Your address will show here +12 34 56 78
Gerentes, Vendedor

Gerentes, vejam o que não fazer para evitar que a meta do mês vá para o brejo

O comércio varejista está em crescimento e as pesquisas sobre consumo sustentam essa previsão de alta. Segundo a Confederação Nacional do Comércio de Bens, Serviços e Turismo, a CNC, o consumidor está 12,6 % mais confiante para comprar a curto prazo em comparação a março de 2017.

Por isso, com crescimento elevado nesta área, a demanda por profissionais especializados no atendimento ao público e gerenciamento de vendas também cresce.

Nessa realidade, os gerentes estão à frente da equipe de vendas e ocupam posição de destaque quando o assunto é acompanhar esse ritmo de vendas e principalmente bater meta! Aliás, haja responsabilidade! 

Abaixo listamos 05 erros de gerentes de loja que não batem metas:

1) Não ter cultura de Feedback

Em primeiro lugar, os vendedores precisam de um retorno sobre o seu desempenho, mesmo que ele seja ruim. Porque, com uma equipe motivada e orientada de acordo com seus próprios resultados, as vendas melhoram cada vez mais. Outro ponto: não tenha medo de dar um feedback negativo. Então, reforce as qualidades de cada vendedor e mostre qual caminho ele deve seguir para ser melhor a cada dia!

2) Não se basear em dados

“Se você não pode medir, não pode gerenciar”. Essa frase é a mais famosa do pai da administração moderna, Peter Drucker. Saber a taxa de conversão por vendedor (quanto cada um vendeu em relação ao que atendeu) traz informações importantes relacionadas ao desempenho da equipe e ainda facilita a definição de planos de ação. Tais como treinamentos, orientações e outras medidas gerenciais. Dessa forma, estar consciente dos números deve ser mais que uma tarefa diária, mas uma cultura de dados. 

3) Não escutar a equipe

Outro ponto essencial na relação dos gerentes do varejo com sua equipe é a escuta ativa. Porque se você estiver atento ao que vendedor diz, é mais fácil absorver informações importantes para a tomada de decisão. Mesmo que em um cenário de vendas ruins.  Além de poder entender com mais profundidade o perfil dos clientes. Cada vendedor é um fator importante na construção de informações estratégicas da loja. Como por exemplo os motivos de não conversão.

4) Não estabelecer planos de ação

Então, um bom gerente que entende os elementos envolvidos no desempenho da equipe (taxa de conversão por vendedor, P. A., percentual individual da meta, etc) já tem as ferramentas para criar um plano de ação, exemplo:

1. Identificar os pontos a melhorar em cada um dos vendedores em busca de um acordo entre gerência e equipe pelo resultado esperado. Mesmo que pareça uma atividade desafiadora, este é o primeiro passo para a evolução.

2. Utilizar os dados alcançados para simular cenários positivos traz uma expectativa otimista para a equipe e a direciona para o sucesso! Aliás, informação é o tudo!

O plano de ação funciona como uma bússola que mostra qual o caminho seguir para chegar no objetivo esperado.

5 ) Não administrar o tempo do gerente

Finalmente o tempo. O tempo é um recurso precioso para o perfil gerente varejo, que muitas vezes se vê em um labirinto de procedimentos e processos que tomam muito do seu tempo. O papel do gerente é se concentrar nas ações estratégicas da loja. Porque se a equipe de vendas fosse um time de futebol, a função de gerente de loja seria de armador! Ele deve trabalhar sempre em conjunto com a sua equipe e facilitar todas as oportunidades para o time marcar o gol. =)



Espero que essas dicas sejam úteis na caminhada rumo ao sucesso!





0

Vendedores
Se inspire em atitudes de vendedores de sucesso e veja como colocar isso em prática!   Já ouviu falar naquela expressão “Nada se inventa, tudo se copia”? Então.. Não é bem assim. Mas em vez de copiar, que tal se inspirar nas ideias que deram certo? Em um mundo competitivo como o do varejo, quem não se reinventa fica por fora. Principalmente quando falamos de vendas! Quem sabe do que eu estou falando, entende que é preciso fazer a diferença para se destacar neste mercado. Existem milhares de histórias inspiradoras que eu poderia compartilhar aqui com você. Mas, o que realmente dá certo é o que na prática, “de cara” com o cliente, se converte em venda. Porque não adianta o gerente ser bom, os produtos de ótima qualidade, com bom preço. Se a equipe de vendas não manda bem, no fim do dia não bate a meta. Por isso, separamos os 6 principais hábitos dos vendedores de sucesso para você se inspirar!

1. Pense grande, supere os seus limites!

Em primeiro lugar, um ótimo vendedor transforma os próprios desafios em motivação para superar os resultados diários, não é mesmo? Então redefina o seu papel como vendedor, desenvolva um pensamento inovador e criativo como uma nova abordagem para chegar ao resultado esperado.

2. Treine, treine e treine vendedores

Aliás, vender nunca foi tão difícil e por isso é tão importante exercitar o seu conhecimento sobre o produto e as técnicas de vendas. Os Feedbacks, por exemplo, são uma excelente estratégia para descobrir qual ponto precisa ser melhorado. Busque conhecimento sempre!

3. Veja o copo meio cheio, não meio vazio.

“Concentre 90% do seu tempo em soluções e apenas 10% nos problemas.” (Anthony J. D’Angelo) Bons vendedores não justificam erros ou resultados ruins. Procure soluções. Porque grandes vendedores não usam “bengalas”. Eles não se apoiam na dificuldade da economia, na época do ano ou nos erros de outras pessoas para justificar baixos resultados. Em vez disso, focam na solução dos problemas para melhoria dos indicadores. Lembre-se: desafie-se sempre, mesmo que pareça tentador desistir.

4. O importante não é o que você diz, mas como os vendedores escutam

Além disso, tenha consciência do impacto que você provoca nas pessoas. Porque bons vendedores escutam o que os clientes têm a dizer para descobrir exatamente quais os seus desejos de compra.  Com isso, você aprende como agregar valor e apresenta novos enfoques.

5. Faça um cliente, não uma venda

“Você nunca fecha uma venda, você abre uma relação a longo prazo.” (Dennis Waitley) Todo cliente bem atendido, volta. Por isso use todas as suas energias para causar a melhor experiência de compra para o seu cliente. Também trate cada atendimento como único e trabalhe com o sorriso no rosto. =)

6. Seja movido por resultado

Finalmente meta é foco! Já dizia, Jim Cathcart, autor e criador original do conceito de Selling: todos os dias torne-se a pessoa que atrairia os resultados que você procura. “É o grau do comprometimento que determina o sucesso.” — Alex Batista Ramos Achou o conteúdo relevante? Nos conte quais métodos ou recursos que você gostaria de aprender aqui no blog sobre varejo, vendas, performance e produtividade e tudo que acontece no universo do varejo. Abraços,
3