Franquias

Gestão de franquias: como engajar lojas e vendedores

Uma marca é reconhecida pelo seu nome. A Amazon, Apple e a Coca-cola são bons exemplos deste conceito no mercado. Mas uma empresa não se mantém apenas pela credibilidade do seu nome. Olhando para o cenário de gestão de franquias, além da credibilidade do seu nome, é necessário uma boa gestão de negócios que engaje seus vendedores e, consequentemente, traga mais resultados.

O equilíbrio desses dois pilares “Reconhecimento de marca” e “Gestão” potencializam o negócio e as vendas de qualquer segmento, em especial no varejo físico. A seguir, confira como monitorar e engajar os vendedores da sua rede de franquias e leve o desempenho comercial dos seus pontos de venda para outro nível!

Gestão de franquias: treine (treine bastante) a sua equipe

Quando o assunto é gestão de franquias, a capacitação de equipes é um dos pontos mais importantes! Os treinamentos não só fornecem o apoio técnico sobre todas as informações da empresa, produtos da franquia e orientações necessárias sobre atendimento, como também ajuda o gestor na tomada de decisão. Antes do seu cliente, primeiro são os vendedores que devem comprar o seu produto. Eles precisam enxergar valor no que vendem para transmitir segurança durante o atendimento. Isto é essencial!

Defina metas alcançáveis

Definir metas de curto, médio e longo prazo são tarefas importantes para gestão de franquias. Mas, definir objetivos alcançáveis para cada uma dessas metas é ainda mais essencial! Os objetivos devem ser criados a partir de critérios que equilibrem a dificuldade de atingir a meta, com a clareza de que os seus vendedores consigam alcançá-las. Essa definição ajuda a manter uma equipe mais motivada em alcançar resultados.

Dica Indeva!
Traçar metas de acordo com a função de cada colaborador (vendedor, gerente e supervisor) também é um meio de ter um plano consistente que funcione dentro do alcance de cada colaborador.

Ofereça premiações e benefícios aos vendedores

No mundo business, o ser humano é movido a recompensas. Fato! Seja essa recompensa uma promoção, um reconhecimento, uma bonificação ou premiação. O desempenho de cada colaborador deve ser recompensado de acordo com o seu esforço! A Gamificação conceito muito difundido hoje, é uma opção para engajar o seu time de vendedores, pois faz uso de técnicas de jogos para outras finalidades. Na sua loja, por exemplo, a técnica pode ser incorporada para motivar a equipe e estimular a competição de uma forma lúdica. Prêmios, participações nos lucros, presentes e até viagens estão na lista de premiações e benefícios que os profissionais mais buscam.

Siga os padrões da matriz

Uma franquia é a extensão de uma loja matriz que deu muito certo a ponto de reproduzir o seu modelo de negócio em escala. Esse alinhamento entre as franquias garante o projeto inicial da expansão do negócio e mantem a qualidade do serviço!

Numa gestão de franquias, é essencial que esse alinhamento seja sempre monitorado tanto pelos gestores como pelos gerentes e outros colaboradores em posição de liderança.

Disponibilize materiais de treinamento institucionais para a equipe

Criar materiais institucionais para o treinamento da equipe é uma forma de fortalecer a identidade da franquia, assim como manter os colaboradores atualizados e cientes da atuação da empresa. Distribuir materiais online e impressos como: guias de conduta, história da franquia e relação dos produtos com as descrições, são meios de informar e engajar a equipe sobre a empresa.

Munidos dessas informações, os colaboradores poderão entender melhor o propósito, missão, visão e valores da empresa, além de conhecer com profundidade a grade de produtos. Isso gera na equipe, mais segurança para vender e tirar dúvidas dos clientes.

Implante análises de desempenho

Uma boa gestão de franquias exige uma boa gestão de dados. A análise de desempenho serve para, além de monitorar a performance de cada colaborador, dar a chance de corrigir erros e melhorar seus pontos fracos. Essa estratégia é muito útil para visualizar e entender como cada profissional se posiciona perante o seu trabalho de vendas, seja ele um vendedor, gerente ou supervisor de equipe.

Dê feedbacks contantes ao time de vendas

A prática de feedbacks é uma cultura que ajuda a manter todos os vendedores com uma visão clara dos objetivos, principais resultados e pontos a melhorar, tanto nas vendas como no relacionamento com a equipe. Então, lembre-se que os feedbacks devem ser construtivos (não destrutivos) para ressaltar o bom desempenho do colaborador ou reforçar os pontos de melhoria. O feedback nunca deve soar como uma bronca, mas como uma oportunidade de aprendizado, autoconhecimento e evolução profissional.

Dica Indeva!
Quando os feedbacks são individuais, devem ser feitos reservadamente em um local e momento adequados. Já quando a equipe está apresentando bons resultados, a conversa pode ser feita com todos reunidos, sem individualizações.

Unifique a gestão de todas as lojas

Tenha reunido, em uma única plataforma web todos os dados de desempenho dos seus vendedores. Como, por exemplo, as principais estatísticas da loja: P.A., ticket médio, taxa de conversão e motivos de perda das vendas. Utilizar um recurso digital é uma forma muito mais eficaz de utilizar dados, centralizar e automatizar um trabalho que humanamente é quase impossível, por ser extremamente manual.

O acompanhamento automatizado reduz tempo, custos e mão de obra, além de trazer dados atualizados em tempo real. Com poucos cliques é possível monitorar, por exemplo, o alcance consolidado das metas de vendas. Esse e outros recursos facilitam o monitoramento simultâneo dos gestores que possuem diversas franquias e não podem perder tempo. Principalmente  quando olhamos para a gestão de franquias e a complexidade desses dados.

A gestão de franquias é um dos pilares centrais do sucesso de uma rede. Quando bem executada, a ação promove grandes resultados.

Aproveitando o tema, conheça mais sobre a importância da motivação dos vendedores para o sucesso do seu negócio!